"Meu Deus, como eu te queria agora perto de mim. Eu queria que você morasse do outro lado da rua e assim que eu saísse de casa avistasse a sua. Eu queria poder te convidar pra jantar na minha casa, e você dormisse lá comigo, a noite toda, só assim eu não teria medo do escuro. Eu queria poder te abraçar pra me sentir protegida. Eu queria poder te apresentar aos meus pais, mostra que alem deles, tem alguém que também me quer bem. Eu queria passar o dia todo com você, poder te zua, zombar da sua cara, fazer brincadeiras, te dar vários apelidos. Eu queria ir ao cinema com você, comer pipoca, tomar refrigerante e no escurinho, no meio filme, eu pudesse te beijar e sentir o gosto desse teu beijo. Eu queria sair na rua e pegar na sua mão, e qualquer pessoa que te olhasse eu já iria ficar com ciúmes. Eu queria poder olhar nos seus olhos e dizer que nunca ninguém, me faz amar tanto como você faz. Queria fazer tanta coisa, mas tanta coisa mesmo. É que o pior de tudo, é dormi, sonhar, imaginar você aqui comigo, acorda e só ver que foi só mais uma imaginação, mais uma de várias que eu ainda vou ter."

2 years ago · 73 notes · reblog
originally heart-shaken · via m-uddle
"Eu gosto muito de ti. Gosto mesmo. Penso em ti todas as noites antes de dormir, fecho os olhos e desejo tudo o que há de bom. Te adoro, te amo, te mimo em meus pensamentos e memórias. Te dou carinho te dou compreensão. Meu coração acelera, minha mão sua intensamente só em pensar em te ter aqui. Eu gosto muito, gosto pra caramba de ti."
Borbulhar   (via persuadido)

2 years ago · 18,087 notes · reblog
originally borbulhar · via m-uddle

Deixa eu morder sua boca devagarzinho? 


"A gente nem ficou, mesmo assim eu não tiro você da cabeça."
Jorge e Mateus  (via pagode-e-sertanejo)

"Já me acostumei com a tua voz, com teu rosto e teu olhar. Me partiram em dois, e procuro agora o que é minha metade. Quando não estás aqui, sinto falta de mim mesmo. E sinto falta do meu corpo junto ao teu. Meu coração é tão tosco e tão pobre, não sabe ainda os caminhos do mundo. Quando não estás aqui, tenho medo de mim mesmo, e sinto falta do teu corpo junto ao meu. Vem depressa pra mim, que eu não sei esperar, já fizemos promessas demais. E já me acostumei com a tua voz, quando estou contigo estou em paz. Quando não estás aqui, meu espírito se perde, voa longe."
Legião Urbana   (via oisoumuitociumenta)


2 years ago · 12,118 notes · reblog
originally sex-s · via sex-s

UM DIA O BABACA CANSA DE APANHAR, E APRENDE A BATER. E PODE TER CERTEZA QUE A INTENSIDADE É BEM MAIS FORTE. 


2 years ago · 43,600 notes · reblog
originally sex-s · via sex-s